image

O PKGA+

Katayama Pecuária
O PKGA+, Programa Katayama de Genética Avaliada, é o alicerce do sistema de produção e seleção massal de reprodutores e matrizes Nelore com a marca KA, sendo concebido dentro das mais avançadas e modernas biotecnologias reprodutivas e de melhoramento genético animal. A matéria prima do PKGA+ é a base genética composta por um rebanho com mais de 6.000 matrizes Nelore criadas a pasto, cadastradas e geneticamente avaliadas com o máximo rigor zootécnico por sua equipe, pela ANCP, Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores, e pelo Gensys, através da Delta Gen.

Katayama Pecuária

São estas características que fazem do PKGA+ um programa de melhoramento de destaque no cenário nacional.

OS OBJETIVOS DO PKGA+

Sério e comprometido com os resultados de seus clientes, o PKGA+ tem por objetivos a produção de animais desenvolvidos e musculosos, com bons atributos maternos, de boa índole, com adequada caracterização racial, excelentes atributos de funcionalidade, que expressam e transmitam as precocidades sexuais e de acabamento.
É a busca incessante pela genética do gado moderno, com qualidade, volume e qualidade de carcaça.
Análogo à Rosa dos Ventos, os objetivos do PKGA+ são representados por esse instrumento de orientação geográfica. No PKGA+ busca-se a orientação genética para a chegada a um objetivo, ao animal que se quer. Como a Rosa dos Ventos, os objetivos do PKGA+ são compostos por quatro vértices principais e seus intermediários, como descrito na figura ao lado.
Katayama Pecuária

A SELEÇÃO

A base do PKGA+ é o rebanho de cerca de 6.000 matrizes criadas a campo que viabiliza a execução de uma seleção massal e de alta pressão.
No escopo do PKGA+ a seleção é feita em duas etapas: seleção fenotípica e de desempenho dos animais jovens, com até 16 meses de idade, e a seleção genética com uso das DEPs, de maior acurácia, para a seleção de touros e matrizes que serão os patriarcas das próximas gerações.
Todos os animais, a cada safra e nas idades de desmama, ano e sobreano, passam por mensurações diversas que incluem pesagem a cada 3 meses, medição do perímetro escrotal e altura e avaliação por ultrassonografia de AOL e cobertura de gordura, complementado por avaliações visuais de E/CPMU (Estrutura/ Conformação, Precocidade, Musculatura e Umbigo), temperamento e raça, todos realizados por funcionários treinados e capacitados e em contínua atualização.

Baseado nas informações coletadas e após os ajustes estatísticos necessários para a geração das DEPs e Índices, os animais avaliados são classificados, permitindo assim o descarte dos inferiores e a identificação dos superiores e candidatos a touros para o PINT-KA, Programa de Identificação de Novos Touros Katayama. Também nesta etapa serão apartadas as fêmeas de reposição de cada unidade produtiva.
Com uma estação de monta curta e definida, a cada ano matrizes vazias são descartadas do plantel de seleção ao final do toque. Nesta fase também são identificadas as 10% piores matrizes por meio das suas DEPs, sendo descartadas do programa e destinadas ao rebanho comercial com objetivo de produzir bezerros para corte e repostas com novilhas geneticamente superiores. A todo momento também são descartados animais que apresentem defeitos físicos, funcionais e doentes. No PKGA+ a vaca tem a obrigação de parir e desmamar uma boa cria a cada ano.

A SELEÇÃO

O trabalho de acasalamento no PKGA+ começa cedo, com a escolha dos touros que irão compor o PAD-KA, Programa de Acasalamento Dirigido Katayama. Nesta etapa somente touros que apresentarem DEPs superiores para as características objetivadas pelo PKGA+ e que sejam morfologicamente corretos são indicados para o programa de acasalamento.
Com a indicação dos touros e a definição dos valores mínimos das DEPs que se desejam melhorar, as possibilidades de acasalamento são geradas e as opções recomendadas são filtradas gerando uma lista de touros possíveis em ordem de prioridade, possibilitando assim que as progênies possuam níveis mínimos de avanço genético que possam maximizar o ganho a cada geração. A endogamia também é controlada pelo PAD-KA para que os níveis de consanguinidade do rebanho mantenham-se dentro do aceitável e estabelecido pelo PKGA+.
O trabalho não para por aí. Com a lista de opções em mãos, a equipe da Katayama vai a campo para escolher individualmente o melhor touro para cada matriz agora baseados no acréscimo fenotípico que o acasalamento irá gerar melhorando as futuras progênies sucessivamente.

O PINT-KA

Criado a partir da necessidade de selecionar os touros que irão compor o plantel de repassadores das matrizes e também dos indivíduos que irão para coleta de sêmen para realização dos testes de progênie, o PINT-KA, Programa de Identificação de Novos Touros Katayama identifica os melhores animais a partir do seu desempenho, fenótipo e de suas DEPs, garantindo que somente os “TOPs” sejam utilizados.
No PINT-KA os touros destinados a teste de progênies somente são liberados para a comercialização de sêmen com sua prova completa e positiva, trazendo confiança e credibilidade aos clientes quando compram material genético. Com o PINT-KA não há artificialismo, o animal tem que ser provado.

O FLUXO DA SELEÇÃO KA

Katayama Pecuária

OS GRUPOS CONTEMPORÂNEOS

Desde o nascimento até o sobreano, idade da última mensuração e avaliação visual, os animais são apartados por sexo e seguem um manejo único sem exceção, em que as condições de ambiente e alimentação são idênticas, permitindo um avaliação homogênea e democrática, garantindo assim uma maior confiabilidade dos dados coletados no campo e das informações genéticas geradas. O PKGA+ entende que não existe avaliação genética de confiança sem a formação dos grupos de manejo no campo.

OS PRODUTOS KA

Do rebanho total de cerca de 6.000 matrizes Nelore, 2.500 são registradas e resultarão em produtos com o registro genealógico emitido e auditado pela ABCZ, além de disporem de informações genéticas geradas pela ANCP e pelo Gensys. Os animais que se destacarem também na base da Delta Gen receberão o CEIP (Certificado Especial de Identificação e Produção), expedido pelo Ministério da Agricultura.
O restante das 3.500 matrizes não registrados são avaliados pelo Gensys e conectadas à Delta Gen. Neste programa somente os animais melhorados são indicados e identificados para receberem o CEIP, garantindo o seu potencial genético. O CEIP é um documento emitido pelo Ministério da Agricultura avalizando o animal e garantindo todos os benefícios de um animal registrado.

Katayama Pecuária Fundamentado em dois programas importantes e independentes de avaliação genética, os produtos com a marca KA são sinônimos de qualidade, modernidade e confiança, traduzidos em rentabilidade aos seus clientes.

DIFERENCIAIS DO PKGA+

Katayama Pecuária
Katayama Pecuária